terça-feira, 28 de outubro de 2008

O DESAFIO

O DESAFIO É PENSAR GLOBALMENTE E AGIR LOCALMENTE.
Deus caminha pelos becos da nossa história e nos abraça. Nós às vezes queremos sair, passar rápido, mas Ele não sai. Quantas vezes já compramos o ticket para Társis?
O desafio é andar por onde Deus anda e deixar o coração pulsar da forma como o coração d’Ele pulsa. Eu nunca o alcanço, mas sigo no caminho.

O Senhor nos entregou a tarefa de fazer discípulos de todos os povos e desde que a recebemos já passaram 2 mil anos e muita terra há para conquistar.

O Desafio:
- Há 24.000 povos no mundo e ainda faltam 8.000 para serem alcançados.
- Há 6.287 línguas no mundo e 4.500 delas não têm nada da Bíblia.
- 85.000 morrem a cada dia sem nunca terem ouvido nada de Cristo.

O que temos:
- A 3ª maior igreja do mundo que precisa de 100.000 crentes para sustentar um missionário dentro da Janela 10-40 e que investe em média R$ 1,30 por pessoa por ano para missões transculturais.

Isto é inadmissível e vergonhoso e algo tem que ser feito para mudar este quadro. Creio que estamos cometendo o mesmo pecado que os filhos de Israel cometeram nos tempos de Josué, pois 7 tribos foram negligentes em possuir a terra, isto quando Deus já havia dado a terra, conforme Js. 18:2 e 3. Creio que podemos chamar este pecado de Grande Omissão, conforme Tg. 4:17. A apatia, conformismo e a indiferença moderna, são os maiores desafios dos dias hodiernos e tudo isto está dentro de nossas igrejas, mas não nos podemos conformar com este mundo, mas renovar as nossas mentes, conforme Rm. 12:1 e 2.

O Compromisso:
- Levantar um clamor pelas Nações, com toda a igreja em todos os cultos, principalmente na semana que antecede o culto de missões, expondo para a igreja os pedidos de oração dos missionários e pelos países.
- Conscientizar da importância dos “carnês missionários” para o sustento dos missionários, pois os mesmos dependem exclusivamente das ofertas enviadas para sobrevivência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário