segunda-feira, 6 de julho de 2009

Tempo de Desafios


Vivemos num tempo onde se prega a facilidade, onde o crente não pode sofrer. Mas Jesus nos alerta, em Mt 24.4-8, sobre alguns sinais que devemos estar atentos com relação ao final dos tempos. Em primeiro lugar ele fala dos falsos profetas, que falariam no nome Dele (v.5).


Muitos enganadores falam no nome do Senhor prometendo curas e prosperidade, mas devemos entender que a principal mensagem de Jesus é de que Ele cura o homem de dentro para fora.Outro sinal sobre a proximidade da volta de Jesus é em relação às guerras, doenças, catástrofes na natureza e escassez (vs.6,7).


Vivemos todas essas coisas diariamente, através dos noticiários. A crise financeira mundial, os focos de guerra ao redor do mundo, as enchentes causando inúmeras mortes, doenças inexplicáveis e sem cura ou terríveis incêndios têm se tornado cada vez mais constante. Mas, mesmo em meio a tudo isso, a palavra de Deus diz que ainda não é o fim (v.8).


Mas se não estivermos prontos para este tempo de desafios, o que será das nossas vidas? Precisamos estar preparados para momentos difíceis, pois a nossa confiança não está nas coisas que nos cercam, mas no Deus que é Senhor de todas as coisas. A palavra de Deus nos aconselha a manter acesa a nossa esperança, independente da angústia ou tribulação que estivermos enfrentando (Rm 8.35-37).


E mais ainda do que manter a nossa esperança, devemos também saber nos alegrar em meio às tribulações (Rm 5.3-5). Não podemos deixar que a nossa fé seja abalada devido aos problemas próprios desta vida. Já somos grandemente abençoados pelo simples fato de sermos crentes no Senhor Jesus, pois não existe benção maior do que a salvação, onde o Senhor nos tira das mãos de satanás e nos torna novas criaturas.


Mas Jesus nos promete vitória, mesmo com todas as profecias de catástrofes sobre este mundo. Assim como Ele falou para Pedro andar sobre as águas, o Senhor também deseja nos guiar por cima dos problemas desta vida. Quando as coisas à sua volta estiverem difíceis, segure firme nas mãos do Senhor e caminhe! (Rm 8.31). A vitória que o Senhor nos concede começa ainda nesta vida. E alcançaremos a sua plenitude na eternidade, ao lado Dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário