quinta-feira, 20 de agosto de 2009

SEGURANÇA DA IGREJA


“Edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.”
Mateus 16:18

Jesus nunca prometeu que a Igreja será um jardim de rosas. Suas expectativas para ela encerram sombras agourentas de dificuldades, perseguições e luta incessante. Sabemos que a história não tem sido nada amável com a Igreja. O primeiro século foi salpicado de sangue dos mártires. Por vinte séculos, a Igreja tem seguido seu caminho como “uma roda dentro de uma roda”, sempre envolvida na constante turbulência do mundo, guerras, perseguições e mudanças. Como uma grande águia, a Igreja voa em direção ao seu destino eterno, mas sempre contra o vento.

Apesar de sua turbulenta história, a Igreja tem segurança. Jesus, o Senhor da Igreja, nos assegura que “as portas do inferno não prevalecerão contra ela”, embora sejamos tentados e provados por esses poderes.

O Salmo bíblico fala da cidade de Deus (a Igreja) e diz que “Deus está no meio dela: jamais será abalada”. Assustados algumas vezes por ameaças à Igreja — por forças mundanas e demoníacas ou pelas forças da heresia ou das mudanças internas — devemos lembrar que ela é a Igreja de Deus, e Ele cuidará dela. Como seus membros, não devemos nos afligir, pois Ele jamais desampara sua igreja.


Nenhum comentário:

Postar um comentário