sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Lisa Miller ameaçada com perda de custódia se não entregar a própria filha para ex-amante lésbica


Richard Cohen, juiz de Vermont, ordena visita para esta sexta-feira

Matthew Cullinan Hoffman

VIRGINIA, EUA, 24 de setembro de 2009 (Notícias Pró-Família) — Lisa Miller diz que se não entregar sua filha para ex-amante lésbica no fim desta semana, ela poderá perder a custódia dela.

Embora Miller tenha há muito tempo abandonado o estilo de vida lésbico e tenha voltado para a fé cristã de sua infância, Richard Cohen, juiz de Vermont, decidiu que sua ex-amante, Janet Jenkins, tem direitos de visita, e que ela é o “pai” da menina.

Miller disse para LifeSiteNews numa entrevista recente que durante a mais recente audiência com Cohen, o advogado dela foi informado de que o juiz está farto das repetidas “desobediências” dela às ordens dele garantindo direitos de visita para a ex-amante lésbica.

“Ele disse que vai haver outra visita no fim deste mês, e que se eu não der essa visita” ele insinuou que “seria forçado a transferir a custódia naquela época”, disse Miller.

Embora se espere que o advogado de Jenkins requeira a transferência de custódia durante a audiência, Cohen não agiu para transferir a menina de sete anos, que Miller diz está se queixando de ser forçada a tomar banho nua com Jenkins, e mencionou querer morrer depois de uma visita.

Miller vem travando uma batalha há anos para impedir as visitas. A última ocorreu em janeiro deste ano.

“Permanecemos em oração, e não perdemos a esperança, e nossos olhos estão no Senhor em busca de sua misericórdia e justiça”, disse Miller. “Realmente creio que Deus está usando esse caso não só para levar pessoas a ele, para Cristo, mas para também para levar os cristãos a entenderem melhor que precisamos assumir uma posição em prol do que é certo e prosseguir nessa postura, com a ajuda de Deus, e com sua graça, pois esse é o único jeito que me ajudou a passar por tudo isso”.

Embora Miller e sua filha vivam em Virginia, que tem uma emenda constitucional que não aceita o “casamento” e união civil de mesmo sexo, os tribunais estaduais têm até agora aceito as decisões de visita de Cohen. Essas decisões são baseadas numa união civil de Vermont firmada pelo casal lésbico logo antes da concepção de Isabella por meio de inseminação artificial.

Miller espera que um próximo apelo proteja sua filha contra outras visitas forçadas com alguém que Miller diz que ela não quer ver.

“Estou colocando minha confiança em Deus de que ele vai transformar o coração dos juízes da Virginia porque ainda temos um apelo que estamos aguardando e que deverá receber atenção em outubro ou novembro”, disse Miller.

Informações de contato:

Judge William D. CohenRUTLAND SUPERIOR COURT83 Center Street, Suite 3Rutland, VT 05701(802) 775-4394
(Por favor, faça contato de forma educada e respeitosa)
Links relacionados:
Protect Isabella Coalitionhttp://www.protectisabella.com/
Lisa Miller's Facebook pagehttp://www.facebook.com/group.php?gid=81022155363
Previous LifeSiteNews coverage:
Mother Told that Daughter Will Be Taken from Her by Force for Visits with Lesbianhttp://www.lifesitenews.com/ldn/2009/jan/09011903.html
Mother Refuses All Further "Parental" Visits with Daughter by Former Lesbian Partner as Trial Loomshttp://www.lifesitenews.com/ldn/2009/jan/09010507.html
Vermont Judge Reportedly Threatens to Transfer Custody of Child for Refusal of Unsupervised Visits with Lesbian "Mother"http://www.lifesitenews.com/ldn/2008/dec/08121510.html
Exclusive Interview with Lisa Miller, Ex-Lesbian Fighting for Custody of Own Child against "Civil Union" Partnerhttp://www.lifesitenews.com/ldn/2008/oct/08102707.html
Traduzido por Julio Severo: http://www.juliosevero.com/
Fonte: http://noticiasprofamilia.blogspot.com/
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesitenews.com/ldn/2009/sep/09092401.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário