terça-feira, 24 de novembro de 2009

Seis dicas para montar uma equipe dos seus sonhos

Quem conhece um pouquinho de futebol vai concordar: de nada adianta ter um gênio em campo se os outros onze jogadores não estiverem afinados. O mesmo vale para pequenas empresas, nas quais frequentemente o time não tem nem onze pessoas, mas precisa lutar muito para vencer, como se todo dia fosse final de campeonato – e pior, com dois ou três a menos em campo. E não é que às vezes uma equipe desfalcada se sai melhor do que se estivesse completa? Isso não é milagre, mas apenas algo natural quando o entrosamento lembra a sintonia de uma orquestra. Mas isso requer dedicação do maestro, ou melhor, do empreendedor.



Essa é uma das conclusões que se podem tirar de artigo do publicitário norte-americano Bart Cleveland, escrito para a respeitada revista Advertising Age, citada no blog chmkt, do também publicitário Carlos Henrique Vilela. Em seis dicas, Cleveland dá boas orientações sobre como ter um grande time numa pequena agência de propaganda, mas seus conselhos se aplicam a qualquer micro ou pequena empresa. Apesar de ser um difícil desafio, a equipe é, para ele, o segredo de sua agência, a McKee Wallwork Cleveland, ser uma das melhores do mercado do norte-americano.

As seis dicas

Confira um resumo dos conselhos de Cleveland:

1 – Não contrate apenas pessoas parecidas com você

“O ideal é você contratar pessoas bem diferentes”, sugere Cleveland. “Todos nós temos fraquezas que um bom parceiro pode suprir.” Com isso, afirma ele, você será capaz de enxergar o quanto um pode suprir as fraquezas do outro e poderá ter uma boa ideia de onde precisa reforçar a sua equipe.

2 – Reconheça quando um integrante não se encaixa na equipe

Seja qual for o problema, se um membro não se encaixa na equipe, ele está prejudicando as suas chances de um futuro melhor. Segundo Cleveland, provavelmente ele não está feliz e nem você. “Portanto, resolva a situação”, recomenda. “Fale diretamente com ele sobre o problema. Decidam juntos como resolver a situação e tome uma atitude. Será melhor para ambos os lados.”

3 – Ajude os integrantes da equipe a se aperfeiçoarem

“Se isso quer dizer treinamento, pague alguns para sua equipe”, sugere. Se aperfeiçoamento significa direcionamento, direcione. Seja um mentor, um professor e espere excelência, afirma. Uma empresa tem os funcionários que merece.

4 – Esteja disposto a ser o cara mau

Cleveland diz que tendemos a querer que todo mundo goste de nós e pergunta: “O que você gostaria de ser como dono de agência: o cara de quem todos gostam ou o que todos respeitam?” Segundo ele, os empregados não gostam de empregadores que eles não respeitem. “Conquiste o respeito tomando as responsabilidades das promessas que faz aos seus funcionários”, aconselha. “Por exemplo, se promete que a agência fará um trabalho grandioso, não há desculpas para um trabalho ruim.”

5 – Mantenha-se calmo

“Equipes que vencem apreciam o caminho”, conta Cleveland. “Eles não se irritam, pois confiam no potencial que possuem. Como líder, você deve ser um exemplo dessa atitude. Portanto, divirta-se.”

6 – Deixe seus funcionários serem eles mesmos

“Nós trabalhamos muito na nossa agência”, diz Cleveland. “Não necessariamente longas horas, mas horas bem focadas.” Equipes com integrantes que gostam um dos outros trabalham muito bem em conjunto. É muito difícil uma equipe assim não vencer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário