sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O TRISTE CAMINHO DO PREGUIÇOSO…

Preguiça não é depressão, não é fruto de desequilíbrio orgânico, não é resultado do cansaço, não é nada que seja desconforto antecipado pela mente...

Depressão não é preguiça, é dor de alma que imobiliza o ser e até se somatiza no corpo ou nos processos neurais da mente...

Desequilíbrio orgânico pode gerar uma total inapetência para a vida e o trabalho, mas não é preguiça, é doença ou simplesmente contingência orgânica...

Cansaço também pede descanso, e nada tem a ver com preguiça...

Trabalhos pesados demais, em circunstancias difíceis, não é bolinho, e até o mais disposto dos homens reúne forças para realizar tal coisa chata ou pesada demais; mas isto também não é preguiça ainda...

Preguiça, segundo a Bíblia, é uma indisposição essencial ao serviço, à utilidade, ao ritmo das rotinas da vida...

Assim, a Bíblia quase não fala da preguiça, mas sim do preguiçoso...

Afinal, preguiça é um conceito, mas o preguiçoso é o fato...

Leia em Provérbios:

Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos, e sê sábio.

O preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono?

Como vinagre para os dentes, como fumaça para os olhos, assim é o preguiçoso para aqueles que o mandam.

O preguiçoso deixa de assar a sua caça...

A alma do preguiçoso deseja, e coisa nenhuma alcança, mas a alma dos diligentes se farta.

O caminho do preguiçoso é cercado de espinhos, mas a vereda dos retos é bem aplanada.

O preguiçoso esconde a sua mão ao peito; e não tem disposição nem de torná-la à sua boca.

O preguiçoso não lavrará por causa do inverno, pelo que mendigará na sega, mas nada receberá.

O desejo do preguiçoso o mata, porque as suas mãos recusam trabalhar.

Diz o preguiçoso: Um leão está lá fora; serei morto no meio das ruas.

Passei pelo campo do preguiçoso, e junto à vinha do homem falto de entendimento... — e só havia mato...

Diz o preguiçoso: Um leão está no caminho; um leão está nas ruas...

Como a porta gira nos seus gonzos, assim o preguiçoso na sua cama.

O preguiçoso esconde a sua mão em baixo do braço; e cansa-se até de levá-la à sua boca.

Assim, a preguiça é uma doença de caráter...

Sim, é o mal do servo que escondeu o talento, e disse que o fizera porque Deus era como um Leão perverso... Por isso Jesus diz que esse servo é chamado de “negligente”; ou seja, de preguiçoso...

Quem pede algo ao preguiçoso se exasperará...

Sim, poderá até enfartar, pois ele sempre dirá “sim”, mas jamais fará nada...

Portanto, quem depende do preguiçoso passará fome...

Sim, pois o preguiçoso sofre de uma espécie de psicopatia em relação à culpa necessária que um homem de responsabilidade deve sofrer ao ver sua própria improdutividade na vida...

Mas o preguiçoso não sente nada; e ainda fica com raiva de quem diz a ele que a vida não é assim...

Para o preguiçoso a vida são somente espinhos...

Ele se queixa de tudo o que não faz...

Sim, ele projeta um leão na rua para não ter que sair e trabalhar...

Até a sua caça..., até o que lhe é dado..., até o que lhe chega... — em suas mãos se perderá; pois até para comer ele tem que receber na boca...

O preguiçoso nada faz, mas tem idéias sobre tudo e todos...

O preguiçoso não levanta da cama, e se queixa do mundo que não lhe traz nada enquanto dorme...

O preguiçoso vira fungo, vira bactéria oportunista, se torna um ente que existe no organismo de outros...

O preguiçoso é um amargurado, suicida...; e que não se mata apenas para poder nada fazer enquanto culpa a vida: o leão, o espinheiro, as dificuldades até para rolar na cama...

O preguiçoso é a vergonha de seu pai e a tristeza de sua mãe...

Os filhos do preguiçoso não saberão como amá-lo; ou, então, tornar-se-ão semelhantes a ele...

É mais fácil cuidar de um tetraplégico do que cuidar de um preguiçoso...

O preguiçoso arranja todas as desculpas para se justificar...

O preguiçoso está certo, pensa ele; as formigas é que são otárias...

Quem suporta o preguiçoso cava a cova dele...

Quem dá de comer ao preguiçoso se torna sócio de seu destino...

Afinal, digno é o trabalhador do seu salário; e mais: a saúde de um homem vem do esforço de seu trabalho e do seu suor...

Jesus disse: Meu Pai trabalha até agora; e eu trabalho também!...

Trabalho é saúde...

Trabalho é vida...

Trabalho é cura...

Trabalho é alegria no gozo pelo obtido...

Trabalho é signo de amor à vida...

Aqui não falo aos deprimidos, entristecidos ou adoecidos...

Não! Falo apenas do ser ameba, do ente bactéria que se disfarça de gente...

Sim, quem não trabalha vira parasita; fungo; bactéria da existência...

É isto que diz a Palavra.

Quem disso discordar só poderá ser um preguiçoso!

Pense nisso!

Caio

Nenhum comentário:

Postar um comentário