quinta-feira, 15 de março de 2012

PRIORIDADES NO REINO DE DEUS

Texto: Mateus 6:33

Introdução: A vida é feita de escolhas. Todos os dias tomamos decisões que afetam a nossa vida; de maneira que a vida torna-se um reflexo das decisões que tomamos. Temos de escolher não apenas entre o bem e o mal, mas entre o bom e o melhor, entre o urgente e o importante, entre o que é importante e o que é prioridade.

Muitas vezes são coisas boas em si mesmas que nos afastam do nosso alvo mais excelente. Não devemos inverter as prioridades estabelecidas por Deus em Sua Palavra para nossa vida. Na busca das primeiras coisas primeiro, precisamos estabelecer as prioridades do Reino de Deus para vida, o nosso relacionamento com Ele e com as pessoas.

PRIMEIRO DEUS DEPOIS AS PESSOAS (Marcos 12:30,31; Mateus 10:37).

No universo existe Deus, pessoas e coisas. Devemos amar e adorar a Deus, amar as pessoas e usar as coisas.

Se formos orgulhosos iremos desprezar a Deus, amar as coisas e usar as pessoas.

Deus deve ocupar o primeiro lugar em nossa vida, em nossa agenda, em nossos sonhos. (Marcos 12:30; Atos 20:24).

A orientação de Jesus é que devemos buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça(Mateus 6:33).

Muitos “cristãos” se dizem tão ocupados a ponto de não terem tempo para Deus nem para sua igreja... tentam dar a Deus a sobra ... e isso Deus não aceita.

Quando você ama as coisas, sua oferta é como a de Caim. Quando você ama a Deus, sua oferta é como a de Abel. (Gênesis 4:3-5).Ex: As ofertas para Deus no Velho Testamento, o animal deveria ser sem defeito.

Aquele que não renuncia a tudo o quanto tem não pode ser discípulo de Jesus Cristo. (Lucas 14:33)

PRIMEIRO AS PESSOAS DEPOIS AS COISAS (Marcos 12:31).

A sociedade atual valoriza o ter mais que o ser. As pessoas valem o que tem.

Para Deus e para a igreja, pessoas são mais importantes do que coisas. Sua alma vale mais que o mundo todo (Mateus 16:26).

Jesus chama de louco quem valoriza as coisas antes das pessoas e da própria vida (Lucas 12:15-21).

Não podemos sacrificar relacionamentos por causa de coisas.

Obs: Muitos relacionamentos familiares são quebrados por causa de coisas...

Muitas amizades são desfeitas por causa de coisas...

O trabalho é uma bênção para ganhar dinheiro para o sustento da família, mas não podemos desprezar o cônjuge e os filhos, sacrificar o relacionamento familiar na ganância de ganhar, ganhar, ganhar...

O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males (I Timóteo 6:6-10).

Não perca sua vida por causa dos bens materiais (Lucas 19:19-31).

Ex: o jovem rico (Marcos 10:17-22).

PRIMEIRO O CÔNJUGE DEPOIS OS FILHOS (Mateus 19:5,6).

Os filhos são herança do Senhor, mas não devem ocupar o lugar do cônjuge (Salmo 127.3).

Pecamos contra Deus e contra os nossos filhos quando damos mais atenção a eles do que ao cônjuge. Ex: Abraão e Isaque ... (Gênesis 22:1-12).

O maior bem que podemos fazer aos nossos filhos é amar o nosso cônjuge (I Corintios 13: 1-8; Efésios 5:22-25, 29)

Quando os pais vivem em harmonia, amor e fidelidade, os filhos sentem-se seguros, protegidos e motivados para vencer na vida.

As separações, o divórcio, causam desastres emocional, espiritual e até profissional na vida dos filhos.

Os filhos nascem, crescem, formam-se e “saem do ninho”, mas a relação marido e mulher só deve ser interrompida pela morte ou na segunda vinda de Cristo (Romanos 7.2).

PRIMEIRO OS FILHOS DEPOIS OS AMIGOS (Deuteronômio 6:4-9).

É dever dos pais ensinar os filhos, investindo tempo, cuidado e carinho, na educação dos filhos. (Provérbios 22:6)

É dever dos pais transmitir para os filhos a fé, os princípios, os mandamentos e os valores da Palavra de Deus (Salmo 78:3-8).

É dever dos pais deixar um legado de fé e compromisso com Deus para os seus filhos, netos e bisnetos (Salmo 78:3-8) para sua linhagem.

Ex: - Jonadabe deixou um legado para a sua descendência (Jeremias 35).

- Abraão deixou um legado de fé para a sua descendência...

Os filhos precisam, não apenas de presentes, mas de presença e exemplo de vida com Deus (Josué 24:15).

Nossos filhos são mais importantes que nossos amigos. Devemos criá-los para a glória de Deus, para povoar o céu.

A nossa família é o nosso primeiro ministério, e merece o melhor do nosso tempo e de nossa atenção. Como estiver a família, assim estará a igreja e a sociedade.

CONCLUSÃO:

Nossos valores dirigem nossas escolhas, ações e atitudes.

O Reino de Deus e a Sua justiça deve ser a nossa prioridade como cristãos.

A missão que Jesus começou agora é a nossa missão.

O verdadeiro cristianismo é um relacionamento de amor a Deus e às pessoas.

Que possamos com sabedoria e discernimento buscarmos o Reino de Deus e Sua Justiça como prioridade em nossa vida.

Equipe do Blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário