segunda-feira, 6 de agosto de 2012

CLAMOR PELA JUSTIÇA DE DEUS !

E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles? 
Lucas 18:7

Jesus ensina que orar é clamar, pedir com insistência e determinação (Lc 11.9,10) O clamor vem acompanhado de lagrimas, sentimento de um coração aflito e necessitado. Quem sofre grita e clama por socorro (Salmos 40.1). Jesus praticou o clamor: Ele, Jesus, nos dias da sua carne, tendo oferecido, com forte clamor e lágrimas, orações e súplicas a quem podia livrar da morte e tendo sido ouvido por causa da sua piedade ( Hb 5.7).

Orar é render-se à vontade de Deus. Na figura da viúva que pedia para o Juiz iníquo, aprendemos que orar é uma ação revolucionaria ou de inconformação. Somente os insatisfeitos e inconformados oram. A viúva não aceitou a injustiça do Juiz iníquo.
Devemos orar sempre e nunca esmorecer, clamar de dia e noite com perseverança e constante até obtermos a resposta de Deus.
Lembre-se uma das evidências que uma pessoa é nascida de novo é o seu desejo de orar.

Creio que quando o Espírito Santo de Deus entra no coração, o crente deseja orar !

Venha orar conosco Sexta-feira as 19:40h em nossa igreja ! A nossa oração produzira resultados para a Glória de Deus !

Nenhum comentário:

Postar um comentário