sexta-feira, 17 de agosto de 2012

O LIXÃO DA TELEVISÃO DENTRO DOS LARES !



Um tempo atrás me deram a sugestão d e assistir à novela Avenida Brasil, exibida pela rede Globo de televisão no horário das 21hs.

Às vezes assisto a um capítulo de novela sim. Sinto-me impressionada ao ver um artista atuando, seja num filme ou novela. É uma arte, sem dúvida! Mas haja paciência para ver novela todos os dias! Além de ter um conteúdo com muito lixo, há coisas que digo, são “coisas de novela”.

Formas de embromar a estória e situações que me faz sentir uma verdadeira idiota. Mas, vez ou outra, penso que nós, líderes, pastores, ministros, conselheiros, temos de saber aquilo que nosso público assiste. Temos o dever de alertá-los, tentar fazer com que ao menos pensem sobre o conteúdo, os conceitos que são passados, dia a dia, no seio de sua família. Aceitando a sugestão, assisti os últimos 15 minutos da referida novela no sábado, dia 04 de agosto. Eis o que pude perceber, tanto nas falas diretamente quanto nas entrelinhas nesses últimos minutos:

1. Um verdadeiro destilar de ódio, orgulho e arrogância. Os personagens de Nina/Rita e Carminha, pelo que sei, pelo menos no último mês, vêm  se consumindo pelo desejo de vingança. Numa enquete feita recentemente pela Globo, com a seguinte pergunta: “No lugar de Nina, você iria adiante na vingança contra Carminha?”

Uma esmagadora maioria respondeu que sim. Foram 27.1% contra 72.79%. Fico imaginando quantas destas respostas foram dadas por pessoas que fazem parte de uma família cristã.

2. Mentiras .  Um emaranhado de mentiras, segredos e falcatruas são justificados por uma história de vida triste ou por conta do egoísmo humano.

3.  Adultério e poligamia.  Uns meses atrás conversamos em família que no fim desta novela o conceito de poligamia como uma relação legalizada e aceita por todas as partes envolvidas estaria espalhado por aí, em corações e mentes. E antes, muito antes do final da novela é o que já está acontecendo. O  capítulo do di a  08 de agosto, não assisti, mas fui buscar no site da Rede Globo ,   pois   soube  pelo   meu marido, das palavras de blasfêmia da personagem Carminha. “O ser humano deu errado! Deus errou! Criou o mundo em seis dias, só podia dar erra do. Coisas de homem.” E outras coisas mais...

Quando vejo isto, penso se as pessoas se dão conta do que estão presenciando.

Penso em quantas crianças e adolescentes estão, dia a dia, vendo e ouvindo essas coisas e internalizando em seus corações e mentes. Quantos pais abrem um diálogo com os filhos sobre estes conceitos tão desastrosos, tão pecaminosos? O quanto destas coisas está sendo absorvida sem que ninguém fale nada?

É assustador!

Temos de pregar, falar, denunciar o que é pecado. É nosso dever como servos do Deus vivo que ministram a pessoas.

Estamos num contexto de sociedade que nos obriga a conviver com as novelas, programas de humor, entre tantas outras coisas que fazem parte da vida da família brasileira. Não podemos fechar os olhos. Temos de alertar nosso povo. Temos de fazer alguma coisa pelos lares, para que não seja a televisão a ensinar como viver, mas onde Cristo deve ser o único exemplo e a Palavra de Deus usada como regra de fé e conduta.

Gilson e Elizabete Bifan

Nenhum comentário:

Postar um comentário