segunda-feira, 19 de novembro de 2012

O DESLEIXO DE ABNER E SEU DESTINO


Abner era comandante do exercito de Israel sob o Rei Saul. Em 1ª Sm 26:1-16, estavam no encalço de Davi. Saul e seu exército acamparam no outeiro de Haquilá (vs. 3), Davi e Abisai foram  para ali e tiveram  oportunidade de matar Saul, pois estavam  todos dormindo (vss. 5-8).

Davi, porém, respondendo à Abisai disse: “... quem haverá que estenda a mão contra o ungido do SENHOR e fique inocente?”

Precisamos tomar cuidado em não tocar nos ungidos do Senhor (ministérios e irmãos), pois não seremos tidos como  inocentes.

1. A MALDIÇÃO SOBRE ABNER (1ª Sm 26:13-16)

Davi se retira daquele lugar (vs. 13) e bradou ao povo e a  Abner (vs. 14). No vs. 15 Davi questiona à Abner:  “...  não és homem? E quem há em Israel como tu? Por que, pois, não guardaste o rei, teu senhor?” No vs. 16 temos a maldição: “... tão certo como vive o SENHOR, deveis morrer, vós que não guardastes a vosso senhor, o ungido do SENHOR...” Abisai não seria tido por inocente por matar o Rei Saul, assim como Abner por permitir este acontecimento.

A lição que devemos tirar aqui é que precisamos vigiar, honrar, socorrer, proteger os ungidos do Senhor. Precisamos cooperar com Deus e Sua obra, para não incorrermos em maldição.
Leiamos Jz 5:23: “Amaldiçoai a Meroz, diz o Anjo do SENHOR, amaldiçoai duramente os seus moradores, porque não vieram em socorro do SENHOR, em socorro do SENHOR e seus heróis.”

Pr. Elieser Salles da Silva 

Nenhum comentário:

Postar um comentário