segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Sem lenha, o fogo se apaga...



A Bíblia nos mostra que as conseqüências são sérias, que se trata de um pecado grave

Quando o apóstolo Paulo fala de alguns pecados que impedem as pessoas de herdar o reino de Deus, inclui os maldizentes na lista: “Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus.” (1Co. 6.9-10.) 


Jesus também afirmou que do coração do homem procede muitos dos pecados e incluiu a blasfêmia na lista: “Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, as malícias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Ora, todos estes males vêm de dentro e contaminam o homem.” (Mc. 7.21-23.) 

Blasfemar significa falar mal, infamar. Jesus colocou a blasfêmia junto com a prostituição, o homicídio e o furto. Mas em nossa mente tentamos desassociar tais pecados e nos convencer que não é assim tão sério.Não podemos negar. 

A Palavra de Deus nos mostra que a maledicência causa um estrago muito grande no meio da Igreja de Cristo, é por isso que nós precisamos abandoná-la, é por isso que nós precisamos deixá-la de lado, se queremos experimentar o que Deus prometeu e o que ele disse que faria, nós temos que deixar de lado o que impede o nosso crescimento e impede o crescimento dos outros. “O homem perverso espalha contendas, e o difamador separa os maiores amigos.” (Pr. 16.28.) 

Criamos tantos problemas com a nossa língua! Se a domássemos, a maior parte deles acabaria: “Sem lenha, o fogo se apaga; e, não havendo maldizente, cessa a contenda.” (Pv. 26.20.) 

Uma das conseqüências mais graves em nossa vida é que a maledicência abre espaço para que o diabo tenha autoridade de ferir nossas vidas. A maledicência é uma brecha, uma legalidade para Satanás nos ferir. Falando de Israel no deserto e que essas coisas nos servem de exemplo, Deus diz: “Nem murmureis, como alguns deles murmuraram e pereceram pelo destruidor.”(1Co. 10.10.) 

Tem muito crente sendo ferido pelo Diabo. Não porque a proteção de Deus não seja eficaz, mas porque abre brechas com sua própria língua bifurcada. Se você não tem conseguido deter os ataques do Diabo contra sua vida, sugiro reexaminar seu comportamento nesta área, pois a probabilidade de falharmos nela é grande! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário