segunda-feira, 24 de junho de 2013

UM NOVO TEMPO !

“Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas. Eis que faço coisa nova, que está saindo à luz; porventura não o percebeis? Eis que porei um caminho no deserto, e rios no ermo” (Isaías 43:18, 19).
 
Esta profecia foi dada ao povo de Israel quando estava para ser liberto do jugo de setenta anos de escravidão babilônica. Era uma palavra de ânimo que transmitia grande esperança e perspectiva ao povo. Foram anos de muito sofrimento e tristeza, mas agora um tempo novo se descortinava diante deles!
 
As lembranças ruins nos atormentam. Elas permanecem em nosso consciente durante anos! Alguns acontecimentos são tão traumáticos que criamos bloqueios mentais para não lembrarmos, porém eles continuam em nosso subconsciente. Muitos traumas do passado, que hoje são feridas emocionais, se alojaram em nossa alma. O inimigo nos escravizou e prendeu a traumas causados por rejeição, palavras depreciativas, ofensas, traições, críticas, agressões tanto verbais quanto físicas, etc. São marcas que teimam em permanecer durante a vida e nos travam no processo da conquista e do êxito.
 
A palavra de comando é: “Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas…”. As lembranças constantes nos fazem considerar o passado e nos escravizam. Não basta ser livre das situações, é preciso ser liberto das lembranças!
 
Pessoas vivem deprimidas por causa dessas lembranças dolorosas e atraem doenças. Elas dizem: “Passado é passado!”, mas ainda sentem profunda dor quando se lembram de certos acontecimentos e de pessoas que lhes magoaram – é a esposa traída, o filho rejeitado, o funcionário demitido, o aluno injustiçado… Saíram do passado, mas o passado não saiu de dentro delas. Elas têm complexo de escravatura! Escravo não se vê como um guerreiro, por isso é tímido e não avança em suas conquistas.
 
O único remédio para a cura das lembranças negativas é o perdão. Quando perdoamos podemos até lembrar, mas sem dor e sofrimento Pessoas que guardam ressentimentos vivem no deserto. Deserto é um lugar intermediário, entre a escravidão e a promessa que Deus tem para nós! Mas Deus não quer nos ver no “intermediário”, no “mais ou menos”, ou no “quase lá”; Ele quer fazer em nós uma obra completa de restauração. É preciso, portanto, uma total renúncia do passado!
 
A palavra continua: “Eis que faço coisa nova…”. Quem faz coisa nova é Deus. Ele é o Autor da vida, o Criador, especialista em novidade! Em Cristo recebemos uma nova vida e, pelo poder do Espírito Santo, andamos em novidade de vida (Romanos 6:4). As novidades de Deus só se manifestam quando concordamos em renunciar as coisas passadas e antigas. O passado já não mais existe!
 
Esta coisa nova “… Está saindo à luz…”. E a pergunta de Deus é: “… Porventura não o percebeis?”. Às vezes o que Deus está fazendo é tão óbvio e não percebemos! Estamos tão intoxicados com as coisas da vida que perdemos a sensibilidade espiritual. Você faz parte do projeto de Deus, por isso chegou até aqui. A coisa nova está saindo à luz, é um processo gradativo – “Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito” (Provérbios 4:18). Tudo o que está acontecendo em sua vida nestes dias faz parte de um plano de Deus para que você entre na dimensão das Suas promessas.
 
A palavra profética é: “Eis que porei um caminho no deserto, e rios no ermo”. O deserto é aquela zona intermediária, labirinto de seca, cansaço e pobreza, onde as pessoas teimam em permanecer, pois estão presas às lembranças do passado, com mente de escravo. O Senhor, porém, coloca um caminho que mostra o fim do deserto e nos leva à fronteira. Jesus disse: “… Eu sou o caminho, e a verdade e a vida;…” (João 14:6).
 
Só Ele pode nos tirar do deserto! Mas Ele também porá rios no ermo. Rios são mensageiros de vida. Às margens dos rios crescem as árvores frutíferas. Jesus disse: “Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre” (João 7:38). Ele falava do Espírito Santo. Um rio flui água constante e sempre nova. Não é possível vivermos uma vida monótona sendo cheios do Espírito Santo.
 
Deus vai mudar a sua sorte! Terminou a escravidão, e o deserto será transformado num lindo jardim; mas é preciso perceber a oportunidade. UM NOVO TEMPO está surgindo em sua vida!!!
 
Pr. Elieser Salles
Ad Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário