sábado, 17 de agosto de 2013

Novo mandamento vos dou



Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros. João 13:34-35. 
 
O maior desafio do evangelho para nós é de que nos amemos uns aos outros. Jesus foi tão enfático ao ponto de dizer no texto de João, que o somente dessa forma o mundo conhecerá que somos seus discípulos. Não será a liturgia, a estrutura, a forma, a arquitetura ou qualquer outra coisa que nos identificará como discípulos de Cristo, mas sim o amor de uns para com os outros. Por outro lado, não há forma mais eficaz de negarmos a autenticidade do evangelho do que quando não celebramos o verdadeiro amor entre nós. O chamado do Senhor é de que sejamos como Cristo para os outros, e a forma é o amor. Amor aqui não é um sentimento, mas ação.
 
A área de maior vulnerabilidade para qualquer um de nós é a emocional, o que se expressa nos relacionamentos bons ou não, e por esta razão, o amor entre nós é a única forma de sermos curados das doenças emocionais que nos afetam e traumatizam às vezes a vida toda. Amar implica em disposição para perdoar, implica em dar outra chance, em caminhar a segunda milha, em estender a mão para levantar quem caiu. Implica também, em pedir perdão e arcar com as consequências dos próprios erros, sem tentativas de buscar culpados para os equívocos que nós mesmos cometemos. Amar não é mero ato de bondade, mas sim um estilo de vida marcado pela necessidade de ser bondoso, mais por nós mesmos do que pelo outro.
 
O parâmetro de amor ou o modelo que deve nos inspirar ao amor de uns para com os outros é o amor que Jesus demonstrou por nós. Amor de entrega, de doação de si mesmo, sem que nós tivéssemos qualquer condição de merecimento. Amor sem pressuposto, isto é, nada em mim merece o Seu amor, mas Ele simplesmente amou. Amou mesmo sabendo o que somos e a capacidade que temos de fazer o que não devemos. Amou e se deu. Se esta não for a medida do nosso amor, na verdade o mundo não terá condição de conhecer que somos Dele.
 
Oro ao Senhor para que nos ajude, e que sejamos aqui e agora, reflexo de Cristo, na forma com lidamos uns com os outros e na expressão do amor de uns para com os outros. Sempre.
 
No Amor de Cristo.
 
Pr. Elieser Salles
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário